Buscar

Como escolher um fornecedor de saúde ocupacional?

Atualizado: Ago 4

Conscientizar sobre saúde ocupacional, promover uma gestão eficiente e tornar o negócio mais seguro e saudável são alguns dos principais objetivos da área de saúde ocupacional. Mas, escolher um fornecedor não é fácil. Tão imprescindível quanto estratégica, a contratação de um fornecedor nessa área deve ser feita com cautela e planejamento.


Mas, afinal de contas, o que faz uma empresa de saúde do trabalho?


A medicina do trabalho é uma área que se preocupa com a saúde e a segurança dos colaboradores no exercício de suas atividades laborais. Portanto, uma consultoria de saúde ocupacional tem como objetivo fornecer ferramentas, parâmetros e estratégias capazes de aprimorar a gestão da saúde dentro das organizações. Ela está diretamente ligada às normas governamentais que são obrigatórias para todas as empresas e entre seus objetivos mais relevantes, é manter o negócio regulamentado diante dos requisitos legais.


Por que investir em saúde ocupacional? Como escolher um fornecedor na área?


A empresa que investe em saúde ocupacional colhe benefícios em diversas áreas do negócio. Entre as principais vantagens estão por exemplo: garantir a segurança dos funcionários, prover ambientes de trabalho mais saudáveis e produtivos, reduzir o número de acidentes, diminuir os custos e fortalecer a imagem corporativa.


É importante lembrar que as normas SST não são facultativas. A legislação obriga todas as empresas que contratam funcionários a cumprirem com as normas regulamentadoras. Atualmente, 37 documentos detalham as medidas necessárias para prevenir acidentes e doenças ocupacionais nos mais diversos tipos de atividades econômicas.


Agora que você sabe sobre a importância e obrigatoriedade da gestão de saúde, vamos falar sobre como avaliar e escolher um fornecedor de saúde ocupacional.


Entenda todas as suas necessidades


Para escolher um bom fornecedor é indispensável que a empresa faça uma avaliação sobre todos os parâmetros que precisam ser criados e adequados dentro da gestão de saúde. O mais indicado é que a empresa faça uma auditoria interna, assim fica fácil identificar as necessidades e encontrar um fornecedor que consiga ofertar esse serviço de maneira completa. Mas, entender onde estão nossas falhas é o primeiro passo para encontrar uma consultoria que possa nos ajudar a corrigi-las.


Preste atenção no atendimento feito a outros clientes


Essa dica é fundamental. Nada é mais poderoso do que observar como uma consultoria é avaliada por seus outros clientes. No mundo atual, onde a concorrência cresce de maneira exponencial e onde o poder de escolha está com o cliente, é muito difícil construir uma reputação de credibilidade. Portanto, as empresas que estão sendo bem avaliadas por seus clientes, aquelas que estão anos no mercado e as que conseguiram se manter atualizadas e relevantes são as mais confiáveis.


Capacidade de gerar informações corretas


Uma consultoria especializada precisa estar dois passos à frente do mercado. Para se manter competitiva ela tem que acompanhar as constantes mudanças do seu setor, tem que ser a primeira a descobrir as tendências e se adaptar. Nesse sentido, quanto maior a capacidade dela em gerar informações corretas, mantendo seus clientes informados e atualizados, maior a relevância que ela exerce no mercado e maior sua capacidade de resolução de problemas. Em resumo, ela precisa acompanhar de perto as mudanças e atualizações que acontecem de maneira constante no Ministério do Trabalho e Emprego, na Previdência Social e no sistema de gestão de impostos e obrigações do governo, conhecido como eSocial.


Não abra mão de métricas de performance


Estamos na era da informação e da geração de dados. Isso significa que métricas e resultados precisam ser mensuráveis. Existem alguns indicadores que levam mais tempo, dias, meses e até anos para serem quantificados. Existem outros que podem ser medidos em questão de dias. O resultado não precisa ser imediato, é importante dizer que a maioria dos benefícios são colhidos aos poucos e no longo prazo. Mas, isso não é motivo para abrir mão da mensuração.


Estabeleça laços de confiança


Procure um fornecedor que esteja verdadeiramente preocupado em ajudar o seu negócio. A consultoria deve ser um braço estratégico da empresa e, portanto, ela deve entender seu problema e estar disposta a te ajudar na resolução. Em muitos casos o fornecedor mais barato não oferece o melhor custo benefício. Antes de investir seu dinheiro em uma consultoria faça uma avaliação sobre o quanto essa empresa irá resolver o seu problema. O bom investimento leva em consideração não o melhor preço, mas sim a solução mais inteligente.


Venha conhecer a ASONET, fale com um de nossos consultores e faça uma avaliação gratuita. Acesse: http://materiais.asonet.com.br/orcamentoasonet


Este artigo foi escrito por Juliana Colognesi

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Asonet
  • Instagram Asonet
  • Linkedin Asonet

© 2020 Orgulhosamente criado pela Franchising Asonet