Buscar

Teste de COVID-19 e apoio psicológico são responsabilidade da área de medicina do trabalho

Atualizado: Ago 4

O ano de 2020 certamente entrará para a história como um período de grandes desafios para a sociedade. Nesse momento, onde uma doença está paralisando a grande maioria das empresas a área de saúde ocupacional ganha relevância dentro das organização, principalmente entre aquelas que desejam retomar as atividades. Afinal voltar a operação implica em colocar as pessoas para trabalhar, e é responsabilidade da área de medicina do trabalho zelar pela saúde, segurança, bem-estar físico e psicológico dos funcionários para que estes possam desempenhar suas funções.


Existem muitos profissionais que estão trabalhando na linha de frente para conter o avanço do vírus, outros estão trabalhando para manter a sociedade abastecida com serviços essenciais. Mesmo diante do avanço da doença, do isolamento social e do recuo da economia muitas pessoas permanecem em seus postos de trabalho e estão se expondo diariamente aos riscos envolvendo o novo coronavírus.


Se vamos falar de saúde do trabalhador precisamos entender a saúde como algo que vai além do corpo físico e que envolve também a mente, o bem-estar emocional, a segurança e a qualidade de vida. Pois bem, a COVID-19 é uma doença capaz de atacar a saúde de maneira sistêmica. Ou seja, ela afeta não só o corpo físico, mas também o equilíbrio emocional desencadeando estresse crônico, burnout e depressão. A extensão dos problemas causados pela nova doença são maiores do que o que conseguimos medir, isso porque mesmo as pessoas que não foram diretamente infectadas com o vírus estão sofrendo os reveses sociais.


Nesse sentido é responsabilidade da área de medicina do trabalho criar mecanismos de proteção e segurança para os trabalhadores.


O que a medicina do trabalho precisa fazer para garantir a saúde e segurança dos funcionários em tempos de pandemia?


Fornecer ambientes seguros

Proporcionar segurança aos trabalhadores enquanto estes estiverem no ambientes da empresa. Nesse momento, um cuidado extra da área é garantir que desinfetadas com frequência. Manter os ambientes ventilados, de preferência com ventilação natural. Garantir a distância mínima de 2 metros entre os trabalhadores que estiverem na mesma área. O monitoramento da temperatura corporal também passou a ser uma exigência para todas as pessoas que entrarem ou saírem das dependências da empresa.


Equipamento de Proteção Individual – EPI


Fornecer equipamento de proteção individual, bem como garantir treinamento adequado para que os funcionários aprendam a utilização correta. Com o avanço da nova doença a lista de EPIs obrigatórios aumentou. Máscaras, luvas, aventais, toucas, óculos de proteção, viseiras. A lista de equipamentos cresce e muda de acordo com cada área de atuação, portanto, na dúvida procure uma empresas especializada em saúde ocupacional para ajudá-lo. Disponibilizar o álcool em gel nas dependências da empresa, bem como fornecer condições mínimas de higiene: como pia, sabão e água corrente.


Testagem dos funcionários

Por enquanto a testagem dos funcionários não é algo obrigatório, mas ela é essencial para identificar os colaboradores que já foram infectados e produziram anticorpos contra a doença. Todos queremos que a vida volte ao normal, que a economia retome suas atividades para assegurar os empregos e a sustentabilidade das empresas. Mas, enquanto não tivermos uma grande quantidade de testagem na população será impossível planejar a retomada econômica. Fazer a testagem em relação ao reagente de imunidade é algo primordial para garantir que a operação da empresa possa acontecer sem colocar em risco a saúde e a vida dos colaboradores. Faça uma parceria com a Asonet e teste todos os seus funcionários: https://materiais.asonet.com.br/teste-coronavirus


Fornecer apoio psicológico e orientação para combate ao estresse emocional


Tão indispensável quanto preservar a saúde física e resguardar com segurança para os colaboradores não sejam infectados pelo COVID-19 é promover programas de saúde emocional nesse momento caótico da nossa história. O novo coronavírus pode ser tão agressivo para a saúde mental quanto para a saúde do corpo. Um artigo publicado por pesquisadores brasileiros na Revista Brasileira de Psiquiatria afirma que o medo torna-se nocivo e pode ser o gatilho para o desenvolvimento de doenças psicológicas. E o medo em relação a ficar doente, perder entes queridos, perder o emprego tem dominado a maioria das pessoas desde que a pandemia começou.


Dessa forma, o caos provocado pela nova doença está impactando diretamente o equilíbrio emocional dos colaboradores. Por isso se faz necessário, nesse momento mais do que nunca, que as empresas adotem medidas e ferramentas para dar suporte emocional aos funcionários. Pensando em ajudar as pequenas e médias empresas que estão lutando para sobreviver e manter suas operações funcionando a Asonet lançou o atendimento psicológico online. A plataforma visa auxiliar pessoas que estão passando por estresse crônico, quadros de ansiedade e depressão nesse momento.


Não deixe de incluir essa ferramenta em sua gestão de saúde ocupacional. Não espere seus funcionários adoecerem e serem afastados, entre em contato com a Asonet: https://materiais.asonet.com.br/apoio-emocional-em-tempo-de-pandemia


Este artigo foi escrito por Juliana Colognesi

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Asonet
  • Instagram Asonet
  • Linkedin Asonet

© 2020 Orgulhosamente criado pela Franchising Asonet