Buscar

Auditoria de segurança do trabalho, como identificar e corrigir os pontos vulneráveis

Atualizado: Ago 4

Entender a dinâmica de todos os processos internos e acompanhar o desenvolvimento da área de saúde do trabalho. Esses são os primeiros passos para realizar uma boa gestão de saúde e segurança dentro da empresa. Nesse sentido, a auditoria de segurança do trabalho torna-se uma ferramenta indispensável para identificar os potenciais de risco e agir diante deles.

Durante o processo de auditoria a empresa deve fazer uma análise de risco e um levantamento minucioso de tudo o que possa colocar a saúde e a segurança dos profissionais em risco. Cada ramo de atividade e cada tipo de empresa exigem atenção personalizada de acordo com as especificações e implicações do negócio. Por isso, é importante contar com um consultoria especializada para fazer esse levantamento.

Três tipos de auditoria

Quando se trata de saúde e segurança do trabalho existem ao menos três diferentes tipos de fiscalização. A interna, a de segunda parte e a externa. A primeira é realizada pela própria empresa e tem o objetivo de levantar e corrigir os potenciais de risco. A auditoria de segunda parte é feita por uma consultoria externa contratada para identificar as conformidades das normas de segurança e, ao final, o prestador de serviço emite um relatório sobre as não regras e sobre as ações de correção que precisam ser feitas. Já, o terceiro tipo também é feito por uma empresa externa. Mas nessa o objetivo é auditar e fiscalizar o cumprimento das responsabilidades, emitir um certificado junto aos órgãos governamentais e manter a empresa operando dentro das leis.

Em todos os casos é necessário que a auditoria seja feita com base nas regras vigentes e com as recentes mudanças anunciadas pelo Governo Federal, acompanhar os novos parâmetros não tem sido nada fácil. Portanto, para manter a empresa dentro do regulamento, recomendamos que, ao menos, uma vez por ano, as empresas façam uma auditoria para corrigir todos os parâmetros impostos pelas Normas Regulamentadoras.

Quais aspectos são avaliados durante a auditoria de segurança do trabalho?

De modo geral, a avaliação global desenvolve um olhar crítico para os detalhes da operação, o ambiente, as condições de trabalho e a saúde e o bem-estar dos funcionários.

Função

Nesse quesito é auditado os riscos em relação às atividades que são desempenhadas dentro da empresa pelos funcionårios. Ou seja, ao avaliar a função a auditoria está observando os processos operacionais. Esse requisito, por exemplo, também aponta as melhorias para a operação e as medidas preventivas em relação aos acidentes.

Ambiente

Aqui é levada em consideração a infraestrutura do local. Se ela está adequada em relação às Normas de instalação elétrica e sanitária. Também são avaliados, por exemplo: os níveis de ruídos, temperatura, iluminação, espaço, ergonomia, sinalização e segurança. Em caso de inadequações o relatório tem que conter medidas e ajustes que sejam capazes de regularizar a situação da empresa em relação a legislação e que possam promover mais qualidade de vida aos funcionários.

Equipamentos e ferramentas

Durante a auditoria todo o maquinário, os equipamentos e ferramentas de trabalho devem passar por uma inspeção para verificar possíveis falhas. Nessa etapa, é primordial conferir se os equipamentos estão passando com regularidade nas manutenções preventivas. Mas, dentro deste quesito também está a inspeção de EPIs e EPCs. Em muitos casos ao final da auditoria a empresa recebe a recomendação de substituir alguns equipamentos.

Colaborador

Nesse processo é importante conferir o nível de conhecimento dos funcionários em relação às normas de segurança. Estabelecer um cronograma de treinamentos internos e acompanhar se os colaboradores estão fazendo uso correto dos equipamentos de segurança. Além disso, a avaliação global pode auditar se o colaborador está sendo treinado corretamente para o exercício de suas funções.

Qual a importância da auditoria de segurança do trabalho?

Existem muitos riscos de não realizar a auditoria de segurança do trabalho. O principal objetivo desse processo é identificar falhas e agir de maneira preventiva para evitar acidentes e doenças ocupacionais.

Ao perceber as falhas no processo produtivo, a gestão da empresa pode tomar decisões mais assertivas e melhorar a produtividade e a qualidade daquilo que a empresa entrega para o mercado. Cumprir com as normas é a maneira mais segura de prevenir a empresa contra as multas impostas pela legislação. Já que descumprir as obrigações fiscais pode levar a empresa a ter um prejuízo financeiro incalculável e causar até a interrupção de suas atividades.

Realizar uma avaliação global é um processo muito importante para garantir que todas as Normas Regulamentadoras estão sendo cumpridas. E claro, estar dentro das obrigações é fundamental não só para cumprir com a legislação, mas também para garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável para todos os funcionários.

Ficou interessado em fazer uma auditoria de segurança do trabalho? Entre em contato com a Asonet Ocupacional. Nossa avaliação global levanta todos os pontos vulneráveis da empresa. Nesse processo, nosso maior diferencial é uma ferramenta que consegue monetizar o investimento da empresa em saúde ocupacional, calculando o seu investimento e prevendo seu retorno financeiro a longo prazo. Ao final análise entregamos um plano de ação para regularizar todas as atividades. Acesse: https://materiais.asonet.com.br/avaliacao-global

#auditoriainterna #avaliaçãogloba


Este artigo foi escrito por Juliana Colognesi

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Asonet
  • Instagram Asonet
  • Linkedin Asonet

© 2020 Orgulhosamente criado pela Franchising Asonet