Buscar

Quais os maiores erros na hora de escolher o EPI

Atualizado: Ago 5

Os Equipamentos de Proteção Individual fazem parte da rotina de diversas empresas. Por isso, muitos já sabem quais critérios utilizar para escolher o EPI da equipe. Porém, você imagina quais os maiores erros no momento dessa escolha? Para ajuda-lo separamos alguns dos mais comuns para você ficar atento.

Compra efetuada por outro setor

É imprescindível que a compra do EPI seja efetuada pelo setor de segurança da empresa. Afinal, somente este profissional está apto a reconhecer os riscos. Além disso, técnicos e engenheiros não só conseguem visualizar potenciais riscos nas atividades, como também, possuem um conhecimento mais apurado sobre materiais e seus desempenhos.

Não priorizar o Certificado de Aprovação

O Certificado de Aprovação precisa ser a primeira coisa a se identificar no momento de escolher o EPI. Isso porque é este certificado que atesta a eficiência do material. O CA é exigido pelo Ministério do Trabalho pois antes da comercialização do EPI ele passa por uma serie de testes que aprovam se está apto para o uso.

Não estudar o material

Logo após o CA, o material é fundamental na hora da análise. Isso porque ele é essencial quando falamos sobre proteção e resistência. Escolher um material que consiga unir proteção com usabilidade é fundamental.


Além destas dicas, é essencial avaliar o grau de risco exigido pela atividade, analisar os riscos ambientais eminentes e discutir com os próprios trabalhadores os riscos exigidos por tal tarefa. Dessa maneira, você evitará qualquer problema no momento de escolher o EPI.

Fonte: Falando de Proteção.

0 visualização

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook Asonet
  • Instagram Asonet
  • Linkedin Asonet

© 2020 Orgulhosamente criado pela Franchising Asonet